Quinta-feira, 21 de Novembro de 2013

PORTO > BAIXA > Cervejaria GAZELA

 

 

A Cervejaria Gazela mora há mais de 50 anos na Batalha, mesmo ao lado do Teatro São João, na primeira casa da Travessa do Cimo da Vila – 4. Aberto todos os dias da semana, do meio-dia até às 22h30, tem o justo descanso ao fim-de-semana.

 

Com uma barra de cerca de 20 lugares a toda a volta do altar de trabalho dos seus sábios artesões, não existe mesas neste espaço, apenas mais uma prateleira de fora, que dá apoio a quem em pé vai satisfazendo a gula.

 

Quem aqui se senta, não precisa de cardápio, porque já sabe para o que vai. O rei da casa é o conhecido Cachorrinho da Batalha, que pode ser complementado com um prego no pão, ou para os que não dispensam à refeição a faca e garfo, o prego em prato.

 

A Gazela apesar de típica é muito conhecida entre os portuenses, tendo entre os fiéis gente eclética e de todas as idades. À hora de almoço e jantar a casa cheia é a quem mais ordena, mas como quem lá vai é para comer e dar a vez, a espera por o valioso lugar na barra é breve. No resto do dia nunca está às moscas, mas a pressão sobre a produção amaina, e o balcão descansa de tanto entra e sai.

 

EPICURO ME CONFESSO*****

 

Gosto de ir à Gazela fora das horas de ponta, o que aconteceu mais uma vez na minha última visita. Cheguei cerca das 15h, e à volta do balcão estavam cerca de 10 pessoas. Perfeito para começar com enorme satisfação esta jornada de degustação.

 

Ao serviço estavam 2 dos 5 intervenientes que esta casa tem a rodar entre si, que davam conta de todo o trabalho. O senhor Américo, um dos sócios, com mais de 40 anos atrás deste balcão, foi o meu interlocutor.

 

Pedi um tradicional 1+1, que mais não é que quando sair o primeiro cachorrinho o segundo já esta a caminho, e assim quando terminar o de abertura não é preciso esperar pelo outro porque ele já esta a caminho da barra.

 

Enquanto ansiosamente esperava pelos “bichinhos”, pedi um príncipe, sempre a estalarem de frescos e com gola de espuma bem desenhada.

 

Para fechar, pedi um prego em pão, outra das propostas seguras desta casa.

 

A conta é sempre em conta, e dois cachorros (2,80€ cada), um prego em pão (2,80€) e um príncipe (1,30€) ficaram por uns bem gastos 9,70€.

 

Estes célebres cachorrinhos da Batalha, que tal como as boas Francesinha, são também já um símbolo da gastronomia portuense.

 

E vir à Gazela é sempre um acontecimento de boa memória. É que para além dos célebres cachorrinhos, é importante lembrar que para esta barra saem também um dos melhores finos do burgo. Esta combinação é claramente vencedora, pelo que na nossa memória fica sempre registado o “v” de volta… e de preferência rápida…


publicado por Epicurista Portuense às 18:55
link do post | comentar | favorito
9 comentários:
De nathalie caralho a 22 de Novembro de 2013 às 21:51
Boa noite, por ter visto este comentário, sugiro, que exprimente também os cachorros que são servidos no Chalet Suiço na Foz, mais precisamente no Passeio Alegre. São também deliciosos!!


De Anónimo a 23 de Novembro de 2013 às 08:28
Bom dia vi o programa ontem e que vontade de provar isto mmmmm tb gostei dos outros pratos regionais mmm que maravilla!! parabéns


De Epicurista Portuense a 24 de Novembro de 2013 às 23:04
Boa noite.

Obrigado pelos comentarios e pelas sugestões.

Abr,
António Barros


De Rui Cardoso a 25 de Novembro de 2013 às 15:15
Boa tarde, acho que iria gostar e deveria visitar o pequeno café/tasco da Srª do Salto (RECAREI). Tem umas bifaninhas (temperadas com vinho tinto e alho) com queijo e ovo que são deliciosas. A carne é de tal maneira tenra que quase nem se dá pela sua presença, a não ser pelo fabuloso sabor. Para acompanhar devem pedir 2 canecas de receita.


De Vasco a 1 de Dezembro de 2013 às 19:28
Vi o blog no telejornal da sic e confesso que me agradou bastante.
No entanto, se me permite o reparo, o plural de artesão é artesãos.
Bom trabalho


De marta a 6 de Dezembro de 2013 às 19:13
Boa tarde,
No dia de ontem desloquei-me a esta casa gazela para provar os tais cachorros deliciosos, de criar água na boca...!!!
Entro e o Sr. Alberto diz que não tem cachorros para servir só pregos em pão ou prato.
Desiludidos ficamos para comer os pregos...
Para meu espanto enquanto saboreava o meu prego em pao,começam a preparar cachorros para um grupo de quatro jovens mais um casal...
Eu preplexa com a situação pedi um cachorro que estava a ser preparado à frente do meu nariz...
O sr. Alberto diz-me que os cachorros eram para servir às pessoas que chegaramt depois de mim...
Este sr tem ética de trabalho?
Honra a humildade do estabelecimento?
Responde-me que aquele grupo vai todas as quintas e no optica daquele sr. Tem que preveligiar os clientes habituais...
Como quer que fique cliente habitual com este tipo de serviço?
O sr. Disse-me quea especialidade da casa eram os tais cachorros...como é que uma casa que se gaba de ser especialista em... não se previne atempadamente com a sua matéria prima seja ela qual for...
Escrevo este pequeno texto para que alguém faça chegar omeu desagrado ao sr. Alberto!!!
Marta Ferreira


De Epicurista Portuense a 10 de Dezembro de 2013 às 00:19
Boa noite.

Agradeço desde já o seu comentário.
Sou cliente do Gazela há quase 20 anos, vou lá muitas vezes, e confesso que nunca assisti ao terminar da matéria-prima nesta casa. Quando lá voltar irei deixar este comentario.

Abr,
AJB


De Diogo a 6 de Dezembro de 2013 às 22:00
Boa noite ontem aconteceu-me exatamente o mesmo que aconteceu com a sra marta e só acho lamentavel uma casa que tem esta publicidade toda atraves de um blog e ainda mais pela televisão trate os clientes novos como se não valessem nada uma vez que os antigos fazem a casa ,só quero que se lembrem que quem vai hoje pode não ir amanhã e da maneira como menosprezam os novos clientes um dia a casa pode ficar vazia
Diogo


De Epicurista Portuense a 10 de Dezembro de 2013 às 00:20
Boa noite.

Agradeço desde já o seu comentário.
Sou cliente do Gazela há quase 20 anos, vou lá muitas vezes, e confesso que nunca assisti ao terminar da matéria-prima nesta casa. Quando lá voltar irei deixar este comentario.

Abr,
AJB


Comentar post

Antonio José Barros
Um Blog de prazeres profundos, mesmo que por vezes muito simples...


Pesquisa

 

Tags

todas as tags

Arquivos

Março 2016

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Novembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Março 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Ligações

Visitas

Subscrever feeds